sexta-feira, abril 04, 2008
a propósito de algumas comparações que por aí andam sobre comunicação social e tempos "telejornalísticos"
Partidos representados na Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores:
Partido Socialista
Partido Social Democrata
CDS/PP

Partidos representados na Assembleia Legislativa Regional da Madeira:
Partido Social Democrata
Partido Socialista
Partido Comunista Português
CDS/PP
Bloco de Esquerda
Movimento Partido da Terra
Partido da Nova Democracia
 
Postado por nuno mendes em 4/04/2008 |


9 Comments:


  • 04 abril, 2008 12:59, Anonymous Anónimo

    Um post a despropósito.

     
  • 06 abril, 2008 02:37, Blogger JRV

    É bem visto, sim senhor. Ficamos mais descansados. Deduzimos então que o problema não está na RTP-A, mas sim na própria democracia nos Açores? ;)

     
  • 06 abril, 2008 18:53, Blogger nuno mendes

    quantos mais actores existem no palco mediático, mais dividido é o tempo que ocupam ao nível informativo. se a ERC monitorizar a generalidade dos OCS açorianos privados deverá chegar a números da mesma grandeza. do muito que tem sido escrito ainda não vi debater o essencial: qual é a solução? obrigar a RTP a ignorar parte das actividades do governo ou do ps por forma a "garantir igualdade", obrigar a oposição a desenvolver mais actividades (como nunca ouvi ninguém queixar-se de ter sido ignorado)?
    por mim subscrevo o que foi escrito por Pedro Lomba no Diário de Notícias:
    “Se o alinhamento dos telejornais da RTP segue a agenda do Governo e dos partidos, porque não concluir que isso representa sobretudo falta de imaginação e qualidade do trabalho jornalístico? Se o Governo tem mais tempo de antena do que o PSD, porque não dizer que o PSD não tem direito natural à notícia e que, em certos casos, sempre que Menezes diz asneiras isso até lhe poderá ser vantajoso?".
    é só substituir as referências nacionais pelas regionais.

     
  • 09 abril, 2008 20:08, Anonymous Anónimo

    Se existe coragem para colocar os politicos e os partidos no seu devido lugar era mais fácil fazer informação Cá como lá! O pior é quando os jornalistas, os "ditos jornalistas" se amedrontam com directores incompetentes, politicos incompetentes e andam a cheirar o cu dos mesmo. Isso sim é um problema que conduz à ERC. Trabalhem mais e remetam a politica ao seu devido lugar. Como dizia o outro há mais mundo para além dos César e Costas Neves.

     
  • 12 abril, 2008 23:09, Anonymous Anónimo

    Importa-se de repetir? Como é que o tempo deve ser divido por mais actores se o PSD na Madeira tem uma maior absolutissíma? O tempo que lhe cabe é sempre, no mínimo, de 50%. Cá a maioria tem direito a 69% (curioso número!)

     
  • 14 abril, 2008 10:38, Blogger nuno mendes

    eu repito:
    existindo mais actores na cena política, o tempo informativo disponível terá a tendência de ser mais (bem) repartido entre todos já para não dizer, por exemplo, que o poder de iniciativa de cada um na assembleia legislativa regional permite, só por si, uma ocupação melhor desse mesmo espaço.
    é diferente dar hoje duas peças com membros do governo, uma com o pcp e outa com o pnd, amanhã uma do governo, outra do ps e outra do cds do que dar hoje uma do governo regional, uma do psd e outra do cds e amanhã uma do governo e mais nenhuma de ninguém pq os partidos da oposição não têm actividades todos os dias.

     
  • 14 abril, 2008 21:32, Anonymous Anónimo

    E ainda dizem que os madeirenses não sabem votar. Enquanto nos Açores existem 3 partidos com representação parlamentar, na Madeira vemos sete!

     
  • 15 abril, 2008 21:55, Anonymous rosinha dos limões

    Este blogue parou no tempo?

     
  • 19 julho, 2008 14:52, Anonymous Anónimo

    Ignorância sobre os sistemas eleitorais nos Açores e na Madeira. SÃO DIFERENTES! Com um circulo único, os pequenos partidos entram mais facilmente (Madeira) porque todos os votos contam.
    Com nove círculos (Açores)perdem-se os voto dos pequens partidos (dispersos pelas nove ilhas) que não chegam a converterem-se em mandatos.
    É só isso.