sábado, julho 21, 2007
Low intelligence

Nota prévia: esta história não se passou na Madeira.

Representante do governo - Os senhores estão interessados em fazer uma ligação semanal cá para a ilha?

Representante de companhia "low cost" - Sim, estamos.

Representante do governo - E qual seria a origem desse voo?

Representante de companhia "low cost" - Londres.

Representante do governo - Londres?! Nós achamos que deve ser Birmingham.

Representante de companhia "low cost" - O interesse da nossa companhia é fazer um voo entre Londres e a vossa ilha.

(...)

Moral da história: não houve "low cost" para ninguém porque o governo não gosta de ver o mercado funcionar.

 
Postado por Rui Lucas em 7/21/2007 |


9 Comments:


  • 21 julho, 2007 11:39, Anonymous FranciscoMedeiros

    Deixa estar Rui. 2008 é ano de eleições e o Governo terá q abrir o mercado às Low Cost. Já neste Inverno a Easyjet vai fazer 10 voos entre o R.Unido e o Funchal e também Lisboa-Fnc. O Sr Ponte não conseguirá resistir muito mais.

     
  • 21 julho, 2007 15:08, Anonymous Veredas

    Ora aí está uma maneira BAIXA de fazer politica.
    Divulgue os nomes Sr. Lucas,para que as pessoas, se assim o entenderem, possam ripostar.
    Desconfio que este diálogo NUNCA aconteceu.
    Estou com curiosidade de ver o que vai acontecer às outras Gateways ( Ter,Fai,Pix e Sma ) quando as Low Cost puserem o pé em Smg ( único mercado atractivo para este tipo de companhias ).
    Lá estará o Costa Neves ( se ainda for presidente do PSD ) e o Lucas ( se ainda for avençado do mesmo ) a protestarem porque a " liberalização controlada (o que é isto? ) " não está a funcionar.
    Lá estarão os mesmos de sempre a protestar por terem de pagar com 30 dias de antecedência as viagens ( a não ser que vão sempre em "last minute " )
    Para a Sata Internacional a abertura das rotas dos Açores às Low Cost não trará problemas de maior ( 68% do seu volume de negócios é proveniente de rotas em mercado concorrencial ).
    Espero que os pseudo espertos que agora advogam soluções milagrosas não se encolham quando, por via de opções mal pensadas, ficarem os Açorianos em terra à espera de quem disse que vinha mas não veio.
    A ver vamos.

     
  • 21 julho, 2007 18:42, Anonymous Anónimo

    ya, numa nice...
    Birmingham é que está a dar!
    Londres?!!!!
    Onde é que fica isso?

    E continuamos a sofrer com os desvarios da política aérea, cujo único intuito é engordar para vender.

    Só que a engorda sai do bolso de todos nós.

    jocaferro

     
  • 21 julho, 2007 18:49, Anonymous Anónimo

    Ah!

    O Aeroporto Francisco Sá Carneiro, para alguns já estava morto e bem morto..., teve resultados impressionantes com as Low Cost...

    Bibó o Porto (cidade entenda-se...)

    Memorável é esta deixa, principalmente hoje que já me avisaram 2 vezes que o voo está atrasado:
    "(...)ficarem os Açorianos em terra à espera de quem disse que vinha mas não veio."

    Bem lá vou gozando com o portátil. Boa altura para sacar um joguito...

    @braço

     
  • 22 julho, 2007 03:14, Anonymous Anónimo

    Hahahahaha!!! Este Rui Lucas se não nascesse tinha que ser inventado!!! Reputadíssimo (hehehe) jornalista e agora parece o Expresso das Nove...muitas fontes mas nunca nenhuma se identifica...também entendo...desde que os 255^0 euros entrem na conta...até eu me estava a cagar pa situação...

    Mas o dinheiro cai na mesma, sem haver necessidade para estes posts ridículos...é que são mesmo ridiculos...hahahaha...

     
  • 22 julho, 2007 18:59, Anonymous M. Ferreira

    Ó Rui, ó Nuno: que fazem vocês nesta sociedade com o Lucas?! Tenham juízo e não desperdicem o vosso capital de prestígio. Pirem-se (ou corram com esse gajo), pela vossa saúde!

     
  • 23 julho, 2007 14:40, Blogger Andre Bradford

    Caro Lucas, isto é uma proto-notícia, uma piada, um post, ficção, relato ficcionado, uma peça de teatro ou o princípio de um poema?
    Quem é a fonte, quem são os intervenientes, que provas sustentam este suposto diálogo?
    Mesmo num blog pessoal e intransmissível tem de haver um mínimo de qualquer coisa!

     
  • 23 julho, 2007 17:44, Blogger Rui Lucas

    Algumas verdades irritam. Algumas histórias também.

    Caro André, como disseste, e bem, este é um blogue "pessoal e intransmissível". Quem discorda tem sempre a caixa de comentários totalmente disponível.

    Por último, "quem é a fonte"? Era só o que faltava! Fomentar a delação é muito feio.

     
  • 23 julho, 2007 18:18, Blogger Andre Bradford

    Refraseando, para que não venham com a história do oxigénio e da perseguição â diferença, "de que tipo é a fonte"?