terça-feira, junho 26, 2007
Manobra para fechar a Portela

Aeroporto da Portela é o quarto pior da Europa

O aeroporto de Lisboa é o quarto da Europa que mais população afecta, essencialmente com o ruído, segundo uma escala elaborada por uma organização não governamental britânica. De acordo com o estudo da Greenskies, 180 mil habitantes da capital portuguesa são directamente afectados pelo funcionamento do aeroporto da Portela.

Avaliar um aeroporto apenas pelo ruído já tem muito que se lhe diga. Aliás, eu vivo próximo da cabeceira da pista do aeroporto de Ponta Delgada e não me sinto nada incomodado. Mas ao ler esta notícia tive curiosidade de ver o "site" da Greenskies. Resultado: as notícias, publicações e eventos mais recentes datam de 2005! E do suposto estudo nem rasto. Que credibilidade pode ter esta organização? Nenhuma, penso eu.

Trata-se de mais uma tentativa desesperada do governo de Sócrates para justificar a opção de construir um novo aeroporto. E a publicação desta notícia é o jornalismo português no seu melhor. Acrítico até mais não.

 
Postado por Rui Lucas em 6/26/2007 |


11 Comments:


  • 27 junho, 2007 10:16, Anonymous Miguel Sousa

    Ponto 1. Viver próximo da "cabeceira"?! do aeroporto de Ponta Delgada não pode ser comparado com viver perto do aerorporto de Lisboa, por razões evidentes, mas que os seus olhos cor de laranja não devem descobrir!
    Ponto 2. "que credibilidade pode ter esta organização" e "jornalismo português no seu melhor" " Não sei porque é que um ex-director de um ex-jornal fala em questões destas quando logo após a falência do referido ex-jornal, torna-se logo acessor do psd-a para a imprensa! E agora, será que esse jornal era mesmo isento? Qual o seu real papel? Sinceramente acho estas duas questões que coloquei um pouco ridículas, mas é exactamente o mesmo que vossa exlc. e mais não sei quantos propangandístas politicos, e mesmo políticos fazem continuamente!
    É este tipo de "agente" político, como você, que mina todo o sistema!
    Eleve os seus argumentos, eleve a sua discussão política, eleve o seu verdadeiro grau de interesse na acção política, saia da medíocridade!

     
  • 27 junho, 2007 10:31, Blogger Rui Lucas

    Caro "Miguel Sousa":

    Não fui director de nenhum jornal. Vejo que, para si, também se devia encerrar os aeroportos de Heathrow, Tegel e Charles de Gaulle por causa do ruído. Arranje um pseudónimo mais interessante.

     
  • 27 junho, 2007 12:42, Anonymous Miguel Almeida e Sousa (tá melhor assim, ó portuga?)

    Caro "nunca fui director de jornal nenhum" "vulgo mentiroso":

    Já está outra característica típica dos bloggers, adoram criticar, mas não sabem ser criticados, é que "só acredita nos jornais que nunca leu nada publicado sobre eles! Você é barra em geografia, sem dúvida, além de comparar o aeroporto joão Paulo II com o de Lisboa, vem agora comparar a ocupação urbana que ocorre em torno do aeroporto de Lisboa, com a que ocorre em torno do de heathrow e Charles de Gaulle e o Tegel (embora não tão flagrante como os outros)... você é o típico pseudo político ignorante que manda umas farpas pó ar à espera de ter razão!
    A título de curiosidade, já que você só se interessa pelo acessório da questão (a do pseudónimo foi de mestre da sua parte) eu não defendo que se devia encerrar o aerporto da portela por causa do ruído, nem nenhum dos outros, como também não defendo, mas que você com a sua mesquinha e baixa política ainda vem às tantas defender o encerramento do aeroporto de yunokovo,de sheremetyevo, de schiphol, de barajas, de guvercinlik, de fiumicino, de Dublin ou de Edinburg, porque ficam muito longe das respectivas capitais que servem (sim eu também viajo e conheço aeroportos, não são é viagens pagas pelo psd/a - esta foi à Rui Lucas da baixa políticas - ).

     
  • 27 junho, 2007 15:29, Anonymous Anónimo

    Era só para recordar que Carlos Costa Neves é o único arguido no caso PORTUCALE!!!

     
  • 27 junho, 2007 19:05, Blogger Rui Lucas

    Esse pseudónimo já é bem melhor. É o nome de um diplomata. É demasiado bom para um energúmeno cobarde como o senhor.

    Ah! Esqueci-me de acrescentar ignorante. Onde é que foi buscar essa ideia de eu ter sido director do jornal que refere?

    Já a referência "portuga" só demonstra o frustrado e mesquinho que é. Em suma, o senhor é um energúmero cujo contributo para a sociedade açoriana é igual a ZERO.

    A conversa acaba aqui.

     
  • 27 junho, 2007 22:46, Anonymous Anónimo

    Não gosto de comunas arrependidos vendidos aos descendentes do estado novo.
    Vai bujiar oh lucas.

     
  • 28 junho, 2007 02:03, Anonymous Anónimo

    Já agora recordo que Costa Neves continua a ser o único arguido do caso PORTUCALE...Há coisas fantásticas não há...


    Mama essa Rui Lucas...

     
  • 28 junho, 2007 08:44, Anonymous Miguel Sousa

    Caro Rui Lucas,

    Eu até achei que podia ter sido indelicado consigo ao chamá-lo portuga mas ao ver a qualidade dos restantes comentários a este post fico com a impressão que até fui bem simpático consigo!
    De qq modo, vamos voltar ao cerne da questão:
    o aeroporto! Gostava que tentasse ver que a realidade aeroportuária, pelo menos na europa rege-se pela descentralização deste tipo de estruturas, claro que o factor principal não é o ruído, mas o mesmo não pode ser totalmente descurado! E a verdade é a referência que fez a alguns aeroportos encontra-se totalmente desprovida de razão, e o problema é este, as mensagens que muitas pessoas, bloggeres, políticos ou afins, tentam fazer passar são extremamente incorrectas e incoerentes! Os agentes políticos, deviam reger-se por uma maior cautela e exactidão no que dizem!

    Não quero alimentar nenhuima rixa, mas qual foi o psicólogo que lhe disse que a:
    referência "portuga" "demonstra o frustrado e mesquinho que é. Em suma, o senhor é um energúmero cujo contributo para a sociedade açoriana é igual a ZERO"

     
  • 28 junho, 2007 23:31, Anonymous Anónimo

    Caro Rui Lucas, não foi director de um jornal mas foi director de uma revista que era paga pelo Governo Regional a avaliar pelas páginas de publicidade...aliás, parece que as páginas do Governo socialista diminuiram nessa revista desde que o senhor saiu de lá. Já não é a primeira vez que o vejo a escrever que "a conversa acaba aqui"... Só uma dúvida...há quantos anos vive nos Açores? A conversa só vai acabar quando as pessoas da terra quiserem e não vai ser o senhor a decidir isso...mais rápido vai experimentar o que é pular para o mar da ponta da doca...

    Veja se se enxerga...tenha tento na lingua...não se esqueça que está quase a mudar de patrão...mais uma vez...

     
  • 29 junho, 2007 08:33, Anonymous Miguel Sousa

    Fantástico!
    O sr. Rui Lucas ainda ficou chateado comigo, mas já vi que o seu nível de popularidade é bem baixo, entre os comentadores aqui do vosso blog! É que dá ser arrogante e interesseiro! até nem sei muito de si, e pelo eu, nem quero:) Mas minha nossa senhora, ao menos admita a sua subservi~encia aos tachos! sejam eles da fagor ou da tefal!

     
  • 30 junho, 2007 01:30, Anonymous Santa Paciência

    Moro em Lisboa... até perto do aeroporto, de tempos a tempos até ouço uns aviõezitos... Dava-me um jeitaço que o aeroporto continuasse por cá (depois de 2018 ou lá o que é...) mas também tenho discernimento bastante para compreender que seja na Ota ou noutro canto qualquer o aeroporto será sempre distante de Lisboa e a melhor opção para o país... Dediquem-se mas é a exigir à Sata e à Tap um serviço decente e a preços de serviço público, que é para isso que existem!