sábado, fevereiro 10, 2007
Democracia Tang

Há quem tente convencer-nos que basta juntar água e zás! Temos uma Democracia digna desse nome e uma comunicação social livre nos Açores. Mas não, não basta juntar água e mexer. Reduzir a principal notícia do dia a 20 segundos de Telejornal, num "off" seco, só porque não convém ao presidente do governo regional, é um sinal preocupante. Afinal a RTP/Açores serve os açorianos ou os interesses do poder? É um canal de serviço público ou está ao serviço público do governo regional?

Recordo que em causa está a decisão da Comissão Nacional de Eleições (CNE) de remeter ao Ministério Público o caso que envolve o presidente do governo regional, por este ter apelado ao voto no SIM no referendo no "site" da Presidência do Governo. Segundo a CNE, há "fortes indícios de violação do dever de isenção" por parte do presidente do governo regional. A CNE decidiu igualmente, no seguimento de uma queixa apresentada pelo PSD/Açores, ordenar que a mensagem em que Carlos César apela ao voto no SIM fosse imediatamente retirada do "site" da Presidência do Governo. Segundo a lei orgânica do referendo, a violação dos deveres de neutralidade e imparcialidade é punida com pena que pode ir até dois anos de prisão ou 240 dias de multa. 

A comunicação social açoriana em peso deu grande destaque a esta notícia. No continente também houve quem desse importância ao assunto, como é o caso desta notícia da Rádio Renascença. E o que fez a RTP/Açores? Abriu o Telejornal com a fantasia recorrente do vice-presidente do governo regional, o superavit. Depois, sem qualquer peça ou imagem, dedicou 20 segundos ao caso do dia. Como se isto não bastasse, seguiu-se uma peça em que o presidente do grupo parlamentar do PS/Açores, numa conferência de imprensa marcada à pressão a pretexto da Lei de Finanças Regionais, ataca o lider do PSD/Açores, numa clara fuga para a frente em relação à decisão da CNE. Maior manipulação era impossível.

E escusam os do costume de dizer que no tempo de Mota Amaral é que se manipulava a RTP/Açores, porque o tempo de Mota Amaral acabou há mais de dez anos. Escusam também de dizer que na Madeira é que se controla a comunicação social, porque este post é sobre os Açores. Justificar atitudes nada democráticas com exemplos distantes no tempo ou na geografia só mostra que já perderam a razão e a vergonha.

Por último, e para que não haja confusões, não há neste post qualquer crítica ao meu amigo e sócio de blogue Rui Goulart. Foi ele que apresentou o Telejornal em causa, mas sei bem que o Goulart não tem poderes para definir o alinhamento dos noticiários.

 
Postado por Rui Lucas em 2/10/2007 |


41 Comments:


  • 10 fevereiro, 2007 11:14, Anonymous Anónimo

    Ora...o quid é precisamente saber quem define os alinhamentos dos telejornais ! Quanto aos fortes indícios diria até mais : indicios sérios e razoáveis de tal forma fortes que o site foi reformulado.
    JNAS

     
  • 10 fevereiro, 2007 11:45, Anonymous Anónimo

    esaa é q é essa!!!
    JBC

     
  • 10 fevereiro, 2007 13:28, Anonymous Anónimo

    quem define é o chefe de serviços de informação CARLOS TOMÉ, que controla tudo, de acordo com uns amigos que tenho lá dentro.o oSVALDO NEM SABE O QUE SE PASSA, ESTÁ A GERIR TODA A EMPRESA E CONFIA NO SEU CHEFE, PELOS VISTOS MAL.

     
  • 10 fevereiro, 2007 14:11, Blogger jocaferro

    Grande favor.
    Já é habitual em todos os OC's de cá da região. É o problema da bi-partidarização. Uns para um lado outros para o outro.
    De um lado este episódio.
    Do outro o "erro administrativo" da Dra. Berta Cabral. Quantos mililitros de tinta se gastou acerca deste?

    Quando é que isto acaba?
    Quando os Jornalistas deixarem de se vender por um prato de lentilhas.

     
  • 10 fevereiro, 2007 14:38, Anonymous Anónimo

    Isso de facto é revoltante. A RTP Açores e a Antena 1 Açores vão a caminho do desastre total.
    Tenho pena é dos jornalistas que lá trabalham, porque sei que são grandes valores para a C.S., e ao lá trabalharem perdem em parte o seu valor.

    CBA

     
  • 10 fevereiro, 2007 14:43, Anonymous Anónimo

    a aNTENA-1 É UM CASO DIFERENTE, É MUITO MAIS OBJECTIVO E É A GARNDE REFERENCIA, APESAR DO JORNALISMO SER FRACO NA REGIÃO.
    nESTE CASO, A ANTENA-1 ABRIU COM ESSA NOTICIA E TINHA UM MEMBRO DA CNE A FALAR, FEZ O PAPEL COMO DEVIDA. TAL COMO AGIU BEM NO CASO DA ANA PAULA MARQUES.

     
  • 10 fevereiro, 2007 15:23, Anonymous CBM

    E O Rui Goulart, homem deste blog, o que diz disto? ele estava lá deve saber o que se passou. Pelos vistos só dá a cara e voz (e é o melhor nesse campo) mas deve ter recebido instruções. Então Rui, não queres contar á malta, ou estás também "apertado"???

     
  • 10 fevereiro, 2007 15:47, Blogger jocaferro

    Ainda não percebi qual o interesse de meter terceiros ao barulho.
    As duas instituições estão em causa. Deixem de particularizar.
    Acho que qualquer uma delas terá interesse em investigar o sucedido.
    Por um lado o GR terá todo o interesse em limpar a imagem de ter intervido para "aligeirar" a notícia. Por outro o pessoal da RTP-A que tem/terá todo o interesse em responsabilizar quem de direito.
    Tudo tem o seu timing.
    O que não podemos permitir é uma RTP-A tal como esteve antigamente em que até se cortava o genérico das telenovelas por aparecerem ligeiramente umas mamas.

     
  • 10 fevereiro, 2007 16:53, Blogger luis cabral

    Lá continua o sr. lucas, assalariado do PSD, a vomitar o seu ódio bacoco contra tudo e contra todos, só para ficar bem com quem lhe paga o vencimento e o tirou da miséria.
    O sr.lucas não passa de um reles vendido que nem ideia faz de como eram os Açores nos tempos de Mota Amaral.
    Dar credibilidade ao que o sr.lucas escreve é como lavar cabeças a burros; só se gasta tempo e sabão!
    Tenha vergonha na cara sr.lucas, se é que sabe o que isso significa e, pelo menos, escreva em nome dos seus patrões. Asim ficaria tudo mais claro!
    Se for capaz disso, claro...

     
  • 10 fevereiro, 2007 17:01, Blogger Paulo J. Ribeiro

    Sr. Luís Cabral

    Já percebi que o senhor prefere comunicação social controlada. Por outro lado, vir, onze anos depois, falar de Mota Amaral é assumir que chegámos àquele momento em que é preciso mudar. No seguimento do discurso oficial do PS, aquele discurso que tudo se justifica porque noa passado se fazia o mesmo, qualquer dia começamos a matar judeus, a expulsar jesuítas ou a matar por dá cá aquela palha. Os erros do passado não justificam os erros do presente. E, nos Açores, pelos vistos, o grande erro do passado foi ter dado o poder a César quando a democracia parecia estar consolidada. Infelizmente, já ninguém se lembra que, apesar de tudo, ainda vivemos em democracia...

     
  • 10 fevereiro, 2007 18:12, Blogger jocaferro

    Este comentário foi removido pelo autor.

     
  • 10 fevereiro, 2007 18:19, Blogger JBC

    Jurisprudência do Supremo Tribunal de Justiça afirma que: Não se aplica o príncipio da igualdade na ilegalidade.
    Transportando isso para a política já era tempo de acabar com certas desculpas!

     
  • 10 fevereiro, 2007 18:22, Blogger jocaferro

    Desculpem por um erro que como compreenderão pode mudar o sentido da frase:
    Onde se lê:
    Quando os Jornalistas deixarem de se vender por um prato de lentilhas.

    Queiram, sff., lêr:
    Quando alguns jornalistas deixarem de se vender por um prato de lentilhas.

    Como já por variadas vezes discutimos estes assunto do jornalismo e jornalistas, deduziram certamente a minha intenção.
    @braço.

     
  • 10 fevereiro, 2007 18:23, Blogger Rui Goulart

    Amigo Jocaferro,

    nada de generalizar sobre os jornalistas :) :)

    Sobre o desafio lançado por um anónimo, sublinho o que o Rui Lucas disse a meu respeito. Sou funcionário da Antena-1 e colaboro com a RTP. Em nenhum dos lados, tenho qualquer intervenção editorial. Sou apenas responsável pelos meus textos e pela minha investigação. No resto, sou um simples jornalista que gosta do que faz. Tento fazer o melhor.

    Sobre o apertado, meu caro anónimo e com todo o respeito e em tom de brincadeira... só quando não tenho tempo de ir ao WC.... aí fico apertado :)

    Abraços

     
  • 10 fevereiro, 2007 19:08, Anonymous O PROVEDOR

    Isto é um tal botar faladura! Escrever, escrever, enfim...O problema é muito simples: sem jornalistas com qualidade não é de esperar mais da RTP-A. O Osvaldinho, esse apenas olha para o seu umbigo e de vez em quando para a Solanginha; o Tomé coitado faz o que pode. Não lhe peçam mais.

     
  • 10 fevereiro, 2007 22:37, Anonymous José Joaquim da Silva

    E quando queres cagar, tens tempo e não tens casa de banho não é aperto não?

     
  • 10 fevereiro, 2007 23:33, Anonymous Rui goulart

    Claro que sim! :-) :-)

     
  • 10 fevereiro, 2007 23:36, Anonymous Anónimo

    Bem como disse o Rui Goulart, a culpa não é dele, a culpa é de quem faz o editorial.
    Já agora quem é que o faz?
    O Tomé?
    o Osvaldo?
    O Zé Contente?
    O Cesar?

    Hum. De facto gostava de saber.
    E continuo a afirmar, temos bons jornalistas, não podemos deixar que os Directores os "lixem".

    CBA

     
  • 11 fevereiro, 2007 01:23, Anonymous Anónimo

    Engolem elefantes e afogam-se com mosquitos, ou seja o comprazimento de pensarem em supostos delitos de opinião, já que não podem acusar ninguém hoje como o PSD foi no passado, e por isso só estão sempre a falar em falta de oxigénio, aliás os mesmos que cheiram a "fumo de eucalipto" muito usado por quem teve e tem problemas respiratórios...

     
  • 11 fevereiro, 2007 12:34, Anonymous Anónimo

    Há bons e maus jornlaistas na RTP, por isso não concordo com o Provedor. O Rui Goulart, já que está metido ao barulho, é apenas um exemplo de bom profissional, principalmente pelo faz na antena-1, a voz de referencia.

    Os Serviços de Informação são chefiados pelos Carlos Tomé (o chefe mor) e pela Rosário Quaresma. O Director geral é o osvaldo, mas ele tem que gerir toda a empresa e não tem tempo para estar na feitura do alinhamento, como qualquer director, a não ser quando há situações delicadas.

    Foi um incidente grave, tenho pena da RTP, que esteja tão controlada.

    JMC

     
  • 11 fevereiro, 2007 12:47, Anonymous O PROVEDOR

    Este anónimo ou é ingénuo ou é da RTP-A...Então o senhor vadim não aparece no fim do telejornal como responsável mor, naquela lista de incompetenes?

     
  • 11 fevereiro, 2007 15:25, Anonymous Anónimo

    E tu oh provedor és competente em que área? Gostava de poder apreciar o teu trabalho...deves ser um senhor! Vai-te catar!

     
  • 11 fevereiro, 2007 15:55, Anonymous Anónimo

    caro provedor não precisa ser tão agressivo.

    Talvez esse seja o seu mal, não saber olhar para os dois lados. Há bons e maus em tudo. Nada é perfeito, como nem tudo é mau. Devemos salvaguardar aqueles que merecem.

    Não sou da RTP nem nunca vou ser, mas vejo e conheço alguma coisa da C.Social.

    A questão de fim é um aspecto formal, tem de olhar é para o Coordenador do Programa, editor etc. Mas claro que o Osvaldo tem responsabilidades. Afinal, ele é o boss.

    JMC

     
  • 11 fevereiro, 2007 16:09, Blogger jocaferro

    Bem, se a Rosário Quaresma manda muita coisa fica explicada.

     
  • 11 fevereiro, 2007 17:58, Blogger luis cabral

    Ouvir o sr.lucas falar de "razão" e de "vergonha" é o mesmo que ouvir um traficante de droga falar dos malefícios da mesma.
    O sr.lucas é que não tem mesmo o mínimo de ética ou de vergonha ao escrever posts enquanto assessor do grupo parlamentar do PSD, que lhe paga o salário e o alimenta.
    Onde está a sua ética enquanto jornalista, sr.lucas?

     
  • 11 fevereiro, 2007 19:45, Anonymous Anónimo

    Esta é mais uma prova que o ar que se respira nesta nossa regiao não é tao "livre" como alguns apregoam.
    E se duvidas houvessem, basta acompanhar os comentários aqui deixados por um atrasado mental que nunca comenta o teor dos posts, mas apenas vomita a sua fúria pelos post que contrariam o seus chefes. É o tipico cão de fila, só que este não mete medo a ninguém...é fraquinho!

     
  • 12 fevereiro, 2007 09:14, Anonymous Anónimo

    Os jornalista da RTP Acores são uma grande corja!!! Pior mesmo só o Ferreira dos Automóveis!!! Como é possivel um programa à base do plágio passar na televisão pública????

    Provedor

     
  • 12 fevereiro, 2007 10:47, Anonymous Anónimo

    Oh provedor corja deve ser o mundo onde parasitas! Além de levares naquele sítio fazes alguma coisa na vida? Espero bem que não pois pela ignorancia e merda que vai na tua cabeça o melhor é não te pores a fazer nada...fica assim apenas a ver os outros e a falar mal de tudo e todos, entrincheirado nessa tua mediocridade nojenta.

     
  • 12 fevereiro, 2007 12:33, Anonymous PF

    O provedor deve ter ciumes porque o site dele não tem tanto sucesso como o programa do ferreira, hê, hê...

     
  • 12 fevereiro, 2007 12:59, Anonymous Anónimo

    Creio que ao texto do Sr. Lucas se sobrepôem dois motivos:
    1.º- Uma forte dose de hipocrisia legalista, já que o Sr. Lucas pretende pela Lei separar o gargo do homem, como se as convicções, o pensamento e o ideal fossem algo que mudasse com o local, a cor das meias ou a ausência da gravata.
    2.º -Ao Sr. Lucas não interessa, neste caso, o cumprimento da Lei,mesmo que ela seja absurda, interessa sim lançar o Presidente do Governo ao fogo da sua crítica inquisitorial. Não poque o homem seja Presidente,não senhor, mas porque é do PS e tem por nome Carlos César.
    É e foi por isso que o agora PSD do SR. Lucas se encontra na oposição: pela mesquinhês visceral da critica e pela miopia de ideias.

     
  • 12 fevereiro, 2007 14:03, Anonymous Anónimo

    E esta arrogância socialista que vos vai empurrando para o olho da rua.
    Sinceramente, acha bem que o Presidente do Governo não se saiba despir da partidarite e que o estado seja o partido? se sim, então estamos conversados. Razõa tem o Costa Neves e só peca por defeito: Isto está a ficar como Cuba e Vçs ainda acham pouco!

     
  • 12 fevereiro, 2007 14:36, Anonymous Anónimo

    Não,meu caro. O que eu digo e penso é que o Sr. Lucas é assessor de imprensa do grupo parlamentar do PSD apenas porque não foi convidado pelo congénere do PS. Isto significa que o Sr. Lucas não escreve por convicção nem tão pouco por ideal, mas sim por interesse monetário.Ou seja, se o PS ou outro partido qualquer tivesse dado mais dez tostões a opinião do Sr. Lucas seria bem diferente.
    Mas eu nem sequer considero isto condenável. Condenável é o facto de alguém com esses princípios e valores querer sentenciar aqueles que dzem apenas o que pensam.
    Não se trata, portanto, de arrogância, trata-se, tão só, de não mudar de opinião pelo valor do cheque.

     
  • 12 fevereiro, 2007 15:04, Blogger Rui Lucas

    Caro anónimo das 14.36:

    Abro uma excepção para si, já que não veio para aqui despejar insultos. Lamento que fuja ao assunto do post. Sobre a decisão da CNE limitei-me a apontar factos. O que está em causa aqui é um Telejornal da RTP/A. Fico à espera do seu comentário sobre o tema em debate.
    Essa do interesse monetário é ridícula. Basta ir aos arquivos deste blogue, das rádios e jornais onde trabalhei para perceber que escrevo e digo o que penso. Aliás, se os cheques fossem o meu único interesse limitava-me a fazer umas notinhas à imprensa e não emitia opinião. Além disso, tenho outros rendimentos que, embora escassos, me permitiriam, sobreviver. Não fale do que não sabe. Mas se me conhece realmente, então as suas palavras não passam apenas de uma corriqueira estratégia para me desacreditar. Bem pode tirar o cavalinho da chuva. Não consegue.
    Em suma, tenho a consciência tranquila. Por isso dou a cara. Só lhe ficava bem fazer o mesmo.

     
  • 12 fevereiro, 2007 15:08, Anonymous Anónimo

    Não é por se dizer com mais, ou menos, convicção que as coisas são mais, ou menos, verdade.
    E o que vos doi é isso mesmo: que a verdade comece a ser conhecida.

     
  • 12 fevereiro, 2007 15:10, Anonymous Anónimo

    Isto até já parece discurso do Brad-escort. Quando não arranja argumentos socorre-se de fait-divers.

     
  • 12 fevereiro, 2007 15:32, Anonymous Anónimo

    Caro Sr. Lucas. Longe de mim recorrer a qualquer insulto ou desacreditar quem quer que seja. Acho apenas que o Sr. deve ser "creditado" tal como é:como quem escreve ao serviço de quem lhe paga e, como disse, nem considero isso condenável.Até porque desacreditação é o que está a fazer em relação a terceiros.
    Quanto à RTP/A, creio que o assumto foi discutido nos comentários ao referendo, aliás, esta é a mesmíssima TV dos tempos é que o SR. era comentador assíduo do " Língua Afiada". Ou a coisa mudou pelo facto de ali já não ter opinião?.
    Ah, Já agora e no que se refere aos seus rendimentos creia que desejo se multipliquem e lhe façam bom proveito.

     
  • 12 fevereiro, 2007 16:12, Blogger Rui Lucas

    Diz e bem que eu era comentador assíduo do "Língua Afiada". Mas já não sou. E sabe porquê? Porque o programa acabou sem qualquer explicação, apesar de ter alguma audiência e ser visto por pessoas de todos os estratos sociais. Tal como não há explicação para o sucedido no Telejornal da passada sexta-feira. Coincidências...

     
  • 12 fevereiro, 2007 16:27, Anonymous Anónimo

    Sem querer maçar, Sr. Lucas. a única coincidência é que todos os programas têm um fim, mesmo os melhores, o que sinceramente não era bem o caso do "Língua Afiada".

     
  • 12 fevereiro, 2007 16:40, Blogger luis cabral

    O sr. lucas, já agora, devia era dizer quanto é que recebia para ser "comentador" no "Língua afiada", ao invés de insinuar que o programa em questão era muito "visto" pelos espectadores e terá terminado por motivos "obscuros".
    Na verdade, o sr.lucas escreve para agradar a quem lhe paga e o seu ódio recente ao Governo Regional deve-se apenas ao facto de não ter tido convites para trabalhar numa qualquer secretaria regional.
    E se diz ter "rendimentos" e coluna vertebral, porque raio de razão aceitou ser empregado do PSD?
    Por altruísmo? Por um inestimável amor à causa? Por sintonia de políticas?
    Ou será que não foi por mero oportunismo?...
    Que vergonha, sr.lucas, que vergonha...

     
  • 13 fevereiro, 2007 03:12, Anonymous Anónimo

    Já chega...

     
  • 13 fevereiro, 2007 09:36, Anonymous Anónimo

    Oh provedor corja deve ser o mundo onde parasitas! Além de levares naquele sítio fazes alguma coisa na vida? Espero bem que não pois pela ignorancia e merda que vai na tua cabeça o melhor é não te pores a fazer nada...fica assim apenas a ver os outros e a falar mal de tudo e todos, entrincheirado nessa tua mediocridade nojenta

    Tai´e asno!!!!!