sábado, outubro 06, 2007
8º Festival de Teatro JUVEARTE


A não perder uma semana inteira de teatro. para ver, ouvir e aplaudir!




à Associação de Juventude da Candelária parabéns! Pela persistência, pela dinâmica e criatividade e, sobretudo, pela vontade de fazer mais pela cultura, na sua terra.

foto tirada daqui
 
Postado por Luísa Silva em 10/06/2007 |


17 Comments:


  • 06 outubro, 2007 23:20, Anonymous Anónimo

    O trabalho desta Associação é extraordinário.

    Se não fosse o Juvearte a oferta de teatro em S.Miguel seria muito menor...

    Oferecem-nos teatro e do bom. Obrigado.
    Força aí João e Ricardo!

     
  • 07 outubro, 2007 15:15, Blogger nordestinho

    Bom Teatro?
    Isso depende obviamente das referências de cada um...
    Como estou habituado a ver Teatro, posso-vos informar que as peças trazidas a este festival Juvearte, anunciadas como o teatro que se faz em Lisboa, no Porto, no Brasil,etc, não são,de maneira nenhuma, representativas do teatro que se faz nesses sítios... ou do bom teatro que se faz nesses sítios...Para estarem cá de borla, alguma coisa deve significar... Para não falar da pobreza franciscana e amadora, em quantidade e qualidade, do teatro que se faz nestas ilhas.
    Acho muito bem e necessário que se façam festivais de teatro, mas os seus organizadores devem ter honestidade intelectual e artística, e a começar por eles, devem ver mais teatro.

     
  • 07 outubro, 2007 21:41, Anonymous Anónimo

    Cavaco da bensao a Cesar esquecendo Costa Neves. Uma vergonha.

     
  • 08 outubro, 2007 02:27, Blogger nordestinho

    Já agora, e como é hábito nos nossos pindéricos meios de comunicação, ávidos de servirem o marasmo reinante cá no Burgo; quando o festival
    acabar vai-se ouvir falar de sucessso e sala cheias de público. E isso é mentira. MENTIRA.
    O politicamente correcto dos media, inclusivé deste blog, o não chamar os bois pelos nomes, faz com que continuemos a viver uma vida cultural pauperrima.

     
  • 09 outubro, 2007 11:50, Anonymous Anónimo

    O Juvearte é o único festival de teatro nos Açores!
    Se é bom ou mau "depende obviamente das referências de cada um". Para mim é bom. Para o Nordestinho é mau.
    Como o Nordestinho, tambem estou habituado a ver teatro e como ele
    tambem vos posso "informar"
    que muitas das peças do Juvearte são do melhor teatro que se faz por cá (incluindo o rectangulo)
    Agora se o conceito de bom teatro são apenas as peças do D.Maria II, com enormes companhias e grandes produções, aí reconheço que o Juvearte não chega...mas parece-me tambem que nem queriam ir por aí...
    Nestas ilhas faz-se pouco teatro, mas a "pobreza franciscana" nao é maior que em muitos sitios do país, tem a ver com a nossa dimensao... mas é notável que na ilha das Flores exista um grupo de teatro com actividade regular - A Jangada - só para dar um exemplo.
    E na Terceira ha o Alpendre (e não só) que é excelente .

    Nunca vi n'"os nossos pindéricos meios de comunicação" falar de "sucessso e salas cheias de público"
    Isso é que é mentira!
    o que se faz na maioria das vezes é lamentar que as pessoas nao tenham aproveitado.
    É como deitar pérolas a porcos realmente...
    Quanto a vida cultural "pauperrima"
    é mais uma opiniao abalizada do Nordestinho... que deve ser uma sumidade intelectual...ve-se pelo comentario...
    Pois sempre lhe lembro que nesta altura Ponta Delgada tem uma oferta cultural muito superior a muitas cidades do continente;
    discutível... mas superior...

    Acho que as vezes ate é demais com espectaculos no mesmo dia e mesma hora em duas salas diferentes -Coliseu e Teatro Micaelense numa guerra estúpida entre Camara e Governo...Mas que a oferta existe so um cego não vê.

     
  • 09 outubro, 2007 13:36, Blogger nordestinho

    Amigo Anónimo,
    se estás habituado a ver teatro, sabes que duas pessoas sentadas lado a lado a ver o mesmo espectáculo, podem ter leituras completamente diferentes do objecto em questão.
    Portanto, se estás feliz com o teatro que vês... melhor para ti.

    O Juvearte NÃO é o único festival de Teatro nos Açores. Existe o Festival de Teatro de Angra, por alturas de Abril.

    Você diz que considero bom teatro só as grandes produções do D. Maria... Não percebo de onde tirou essa ideia.
    Mas mesmo o D. Maria, e outras muitas companhias com qualidade produzem espectáculos só com um, dois, três actores. Nunca viu?

    O que eu sou absolutamente contra é que se venda gato por lebre. Anuncia-se uma coisa e oferece-se outra, porque o público coitadinho, nunaca viu e não sabe.

    Sim, porque você fala de oferta cultural (o que nos dá o Coliseu e T. Micaelense, que vem quase tudo de fora) e eu refiro-me a VIDA CULTURAL... diz mais respeito também ao que se produz localmente.

    Louvo a existência de todos os grupos amadores de Sta Maria ao Corvo... mas por serem amadores, como deve calcular, não se lhes pode exigir mais.

    E já agora, não entendo porque é que o Amphiteatrum da Ass. ARTEPALCO - o único grupo de teatro de são miguel com actividade regular (estou a falar de teatro e não de animações e carnavais), que todos os anos tem duas ou três peças diferentes estreadas e prontas para serem representadas... dizia eu, não entendo como nunca é convidado para este festival.

    Cheira-me a zanga mesquinha própria de gente pequenina.
    E isso num meio onde se produz pouco, é meio caminho para nada se produzir.

    Pessoa pequenina também mostra ser o amigo anónimo que parece não estar habituado a que se exprimam opiniões, confundindo isso com "sumidade intelectual".

    E agora, com licença que tenho mais que fazer, e não é ir ao Juvearte com certeza.

     
  • 11 outubro, 2007 19:53, Anonymous sandra

    O Nordestinho tem razão. Não se pode avaliar a vida cultural de uma cidade pela oferta que os dois grandes palcos nos dá.
    Os artistas fazem falta à vida de qualquer cidade, e estes não são os que vêm num dia, fazem os seu trabalho e vão embora no dia seguinte.

     
  • 16 outubro, 2007 15:17, Anonymous Anónimo

    Não conheço o Nordestinho, mas gostava muito de o conhecer para falarmos. Devo dizer lhe que devia ter arranjado um tempinho para ir ver os espectaculos do JUVEARTE. Apesar de serem grupos pouco conhecidos (aliás é essa a intenção da organização), apresentam trabalhos de grande qualidade, como podem reconhecer todos quantos assistiram ao Festival. A questão de não levarem cachet não significa que se oferecem para virem a São Miguel. Fazem-no porque aceitam as condições que a organização lhes proporciona, cientes dos elevados custos que representa trazer grupos de teatro a qualquer ilha deste arquipelago. Relativamente à questão que refere pelo facto do Amphiteatrum nunca ser convidado, talvez o Nordestinho não tenha conhecimento, mas o Grupo Amphiteatrum já participou em duas edições deste Festival, sendo reconhecido pela organização a importância e a qualidade do trabalho que desenvolve. Certamente que em futuras edições voltar a subir ao palco do JUVEARTE este e outros grupos de teatro dos Açores.

     
  • 21 outubro, 2007 23:04, Anonymous Manel d'Avila

    Não deixa de ser interessante a análise que o Sr NORDESTINHO faz ao único Festival de Teatro dos Açores. Único sim, porque caso não saiba, o Festival de Teatro Angra do Heroismo, apenas participa grupos da ilha terceira e grupos que o Sr "intitula" de Teatro de Qualidade.
    Aconselho que este senhor, que tem tantas dúvidas, a contactar a organização para ficar esclarecido.
    Aconselho-o também a ir ver alguns trabalhos dos grupos da região, que apesar de serem grupos com pessoas não profissionais produzem trabalhos com muita qualidade... sugiro que conheça o conceito de amadorismo.
    Sugiro também que o Srº NORDESTINHO vá mais ao Teatro e conheça outros trabalhos de grupos não conhecidos e não apenas os grupos com actores conhecidos da Televisão...ou dos teatros nacionais e semelhantes.
    Tenho acompanhado e assistido a todas as edições do festival e na minha humilde opinião,o Festival JUVEARTE tem tido optimos grupos com excelentes trabalhos. Será que viu.... ou teve mais que fazer?.

     
  • 22 outubro, 2007 15:58, Blogger nordestinho

    Faz-me bem ir ao teatro, coisa que até faço com frequência... mas o meu médico aconselha-me moderação nas más emoções resultantes de eventuais incompetências artísticas muito habituais no teatro amador.

     
  • 23 outubro, 2007 02:33, Anonymous ANABELA M.

    Pelo que li... e �s conclus�es que tiro... o Nordestinho devia ir mais vezes ao seu m�dico...
    N�o deixa de ter raz�o quando fala na m� qualidade de alguns grupos amadores, mas tamb�m h� profissionais como amadores, mas pelo que vi, nesse festival de que tanto critica n�o passaram destes grupos.
    Para falar � preciso saber o que se diz... e para criticar... � preciso sabar mais ainda.

     
  • 23 outubro, 2007 02:42, Anonymous ANABELA M.

    Pelo que li... e às conclusões que tiro... o Nordestinho devia ir mais vezes ao seu médico...
    Não deixa de ter razão quando fala na má qualidade de alguns grupos amadores, mas também há profissionais como amadores, mas pelo que vi, nesse festival de que tanto critica não passaram destes grupos.
    Para falar é preciso saber o que se diz... e para criticar... é preciso sabar mais ainda.

    P.s: Peço desculpa da forma como ficou escrito da primeira vez. Problema Informatico!

     
  • 23 outubro, 2007 08:27, Anonymous JOAO PEREIRA

    Apesar de aceitar todos os comentários e criticas ao Festival, devo referir que algumas como as que faz o Nordestinho, sem qualquer fundamento, não devem sequer ser comentadas. No entanto, como Presidente da Direcção da Associação que promove este evento, estou totalmente disponivel para conversar com o Nordestinho por forma a recolher os seus contributos para a melhoria da qualidade do Festival e quiça do teatro amador, por quem revela tanto desprezo.

     
  • 24 outubro, 2007 00:02, Anonymous Anónimo

    Se o teatro amador é tão bom, porque é que há teatro profissional. se os amadores têm tanta qualidade bporque é que o teatro micaelense e o coliseu gasta tanto dinheiro a trazer só teatro profissional?

     
  • 24 outubro, 2007 00:04, Anonymous Anónimo

    continuando... eu por mim não tenho cu para amadores, por aquilo que já vi. Tb podem ter sido más experiencias, mas tenham dó.

     
  • 24 outubro, 2007 00:52, Anonymous ANABELA M.

    Julgo que o NORDESTINHO não deixa de ter alguma razão, há amadores que nem da sua rua devia sair... mas enfim, com já disse, também há profissionais. Mas pelo que pesquisei,o Teatro Micaalense já recebeu grupos amadores como por exemplo, MOSTRA DE TEATRO ESCOLAR
    , o Grupo Teatro AMPHITEATRUM, no caso do Coliseu julgo que se tem o Festival não necessita de mais. Na minha opinião, acho bem que tragam companhias profissinais, ... ou devemos olhar só para o nosso umbigo?. E já agora se não tem CU, será que tem sentido de crítico, ou seja, saber criticar. Tenha dó... seja mais prudente naquilo que escreve...ou faça um esforça para melhorar a forma como dá as suas opiniões.. ja deve ter idade para ser um homenzinho crescido. Tenho dito.

     
  • 24 outubro, 2007 09:16, Anonymous JOAO PEREIRA

    Concordo que existem grupos de teatro amador que nem da sua rua deviam sair. Contudo, esses grupos assumem uma grande importância nas comunidades onde trabalham,pois agregam um grupo de pessoas à volta de um projecto e por mais pobre que este trabalho possa ser, tem, quanto a mim, a virtude de fazer com que um grupo de pessoas produzam algo. Considero muito importante que estes grupos trabalhem, embora devam ter a dignidade de quererem melhorar. Para isso, para além da formação, que é sempre muito importante, é bom que também assistam a outros trabalhos de outros grupos e isto nem sempre acontece. Mas acredito que nos Açores estamos no bom caminho para a melhoria do trabalho dos nossos agentes culturais.