quinta-feira, setembro 20, 2007
Apanha-se mais depressa que um coxo
 
Postado por Rui Lucas em 9/20/2007 |


8 Comments:


  • 20 setembro, 2007 20:23, Anonymous Anónimo

    Em democracia qualquer contrato pode terminar por denúncia de uma das partes. Que se saiba António Cansado demonstrou interesse em sair da administração da SATA há mais de seis meses. Nada mais natural, a não ser que a coxa vontade do R. Lucas em mostrar serviço o faça esquecer de princípios, das próprias muletas e da liberdade de escolha dos outros.

     
  • 21 setembro, 2007 11:56, Anonymous Anónimo

    Com certeza. Mas o presidente do Governo não precisava mentir sobre isso. E ainda por cima desmentiu o que havia sido publicado nos jornais como o Açoriano Oriental...

     
  • 22 setembro, 2007 14:59, Blogger jocaferro

    Sinceramente, também não vejo qualquer mentira nesta notícia aqui colocada.
    Efectivamente o mandato termina quando acaba e neste caso acaba agora.
    Talvez noutra notícia tenha existido algum erro mas aqui nesta acho que foi um valente tiro no pé.
    Quase tão valente quanto a pergunta na Assembleia Legislativa Regional que ficou sem resposta...
    Infelizmente, a ALRA serve para tudo até para a cor dos sapatos e roupas dos/das deputados/deputadas.
    Ao que isto chegou!

    @braço.

     
  • 22 setembro, 2007 16:17, Blogger Rui Lucas

    Caro Jocaferro:

    O PGR disse que o mandato de António Cansado terminava a 1 de Outubro de 2007, quando na verdade termina no final de 2008, como se comprova no post. Logo, Cansado sai antes de terminar o seu mandato. Clarinho como a água, meu caro.

    Mas admitamos que não houve divergências e que o ainda presidente da SATA tinha mesmo pedido para sair. Porque razão o PGR não o disse, preferindo "inventar" que o mandato terminava agora?

    "Valente tiro no pé"? Sim, mas da parte do PGR.

    Um abraço

     
  • 25 setembro, 2007 10:40, Anonymous Anónimo

    a

     
  • 25 setembro, 2007 10:49, Anonymous Pedro Rocha

    Venho por este meio reforçar a idéia do "valente tiro no pé".
    Então o Cansado tinha um vínculo laboral até 2008, mas saiu a 1 de Outubro, ou seja o último dia de trabalho foi 30 de Setembro.
    Nisto o PGR vem dizer que o seu mandato acaba a 1 de Outubro, isto é, pode ir à sua vida, ou seja, fim do mandato, da missão ou da empreitada, como lhe queiram chamar.
    Se foi por sua iniciativa, ou foi saneado, não interessa, pois ambas as situações são normais e democráticamente pacíficas.
    Mas agora fazer joguinhos políticos, enredos e coisas do género não é nada positivo.
    Deve ser um reflexo do quão baixo o Partido Social Democrata, nomeadamente o regional chegou... enfim, no mínimo crise de identidade.

     
  • 25 setembro, 2007 10:49, Anonymous Pedro Rocha

    Venho por este meio reforçar a idéia do "valente tiro no pé".
    Então o Cansado tinha um vínculo laboral até 2008, mas saiu a 1 de Outubro, ou seja o último dia de trabalho foi 30 de Setembro.
    Nisto o PGR vem dizer que o seu mandato acaba a 1 de Outubro, isto é, pode ir à sua vida, ou seja, fim do mandato, da missão ou da empreitada, como lhe queiram chamar.
    Se foi por sua iniciativa, ou foi saneado, não interessa, pois ambas as situações são normais e democráticamente pacíficas.
    Mas agora fazer joguinhos políticos, enredos e coisas do género não é nada positivo.
    Deve ser um reflexo do quão baixo o Partido Social Democrata, nomeadamente o regional chegou... enfim, no mínimo crise de identidade.

     
  • 25 setembro, 2007 10:50, Anonymous Pedro Rocha

    Ah, desculpem lá o comentário repetido, foi sem querer.