quinta-feira, julho 12, 2007
turn out the lights

"Nem morreu no seu apartamento, nem morreu de causas naturais. Segundo revelações feitas por um jornalista e amigo, Jim Morrison, o carismático líder da banda The Doors sucumbiu a uma overdose de heroína. A informação bombástica, agora revelada pela revista "Rolling Stone", consta do livro "The End - Jim Morrison", da autoria de Sam Bernett, que era amigo do cantor.".

Jornal de Notícias

 
Postado por nuno mendes em 7/12/2007 |


7 Comments:


  • 12 julho, 2007 11:14, Anonymous Anónimo

    Bombásticas ???!!!???

     
  • 12 julho, 2007 12:20, Blogger SB

    então e qual é a novidade?

     
  • 12 julho, 2007 12:27, Blogger nuno mendes

    Bernett garante que o vocalista dos The Doors morreu no WC do clube parisiense Rock 'n' Roll Circus. O jornalista revela que Morrison apareceu no bar ao início da noite para comprar heroína para a sua namorada, Pamela Courson, e fechou-se no WC. Meia hora depois, um funcionário do clube percebeu que alguém estava lá trancado e, mal arrombou a porta, encontrou o cantor sem vida.
    Morrison tinha espuma e sangue a sair da boca e, dado o seu medo de agulhas, o mais certo é que tivesse snifado heroína.
    O que se passou depois foi muito confuso. Diz Bernett que o corpo do cantor foi retirado do local pelos traficantes que lhe vendiam a droga. Nessa mesma noite, o jornalista recebeu um telefonema do representante do dono do clube pedindo-lhe que não contasse a ninguém o que se tinha passado.
    Acrescenta que a cantora Marianne Faithfull também se encontrava no Rock 'n' Roll Circus e foi aconselhada a manter-se calada.

     
  • 12 julho, 2007 22:02, Anonymous Anónimo

    Gente que morre com merda é uma merda.
    Viva Morrison !
    Honra e glória para os Doors !
    Puta que pariu as drogas.
    No meio disto tudo a verdade é que apesar de tudo as drogas produziram obras geniais.
    Uma contradição, mas a verdade das coisas.
    Não é verdade Ricardo L ?
    Obras geniais deitadas aos porcos.
    Felizmente que há uma disciplina não só académica, mas de todos os dias presentes e passados, chamado história.

     
  • 12 julho, 2007 22:58, Blogger SB

    ok Nuno, mas essa versão dos acontecimentos já não é novidade nenhuma :)

     
  • 13 julho, 2007 00:45, Blogger nuno mendes

    sb, o blogue não é só para as novidades novas. eh eh eh

     
  • 14 julho, 2007 20:11, Anonymous Anónimo

    Fiquei mais descansado. Durante um tempo andei com a estranha sensação de deja vu...

    jocaferro