sexta-feira, dezembro 29, 2006
Coisas que gostei de ler, ouvir e ver em 2006….
…. algumas não foram lançadas, editadas ou publicadas este ano, no entanto, fizeram parte da minha selecção em 2006. É uma escolha feita á pressa e é, acima de tudo, uma escolha pessoal, logo susceptível de discórdia.

LIVROS

Shalimar o Palhaço – Salman Rushdie
Kafka à Beira Mar – Haruki Murakami
Mancha Humana – Philip Roth
A Nova Desordem Mundial – Tzvetan Todorov
História Secreta – Donna Tart
As Loucuras de Brooklyn – Paul Auster
Free World – A América, a Europa e o Futuro do Ocidente – Timothy Garton Ash
Quando Nietzsche Chorou – Irvin D. Yalom
Nos Bastidores do Jogo Político – Vítor Gonçalves
Freakonomics – O Estranho Mundo da Economia

DISCOS

Keith Jarret – Vários álbuns
Thievery Corporation - Vários álbuns
Massive Attack – Singles 90/98 [BOX SET]
Nouvelle Vague – Band A Part
Tom Waits - Orphans: Brawlers, Bawlers and Bastards
Sonic Youth – Rather Ripped
The Gift – Fácil de Entender
Bob Dylan – Modern Times
Johnny Cash – American V : A Hundred Higways
The Strokes – First Impressions of Earth

FILMES

The Departed - de Martin Scorsese
Miami Vice - Michael Mann
Uma Família à Beira de Um Ataque de Nervos - de Jonathan Dayton, Valerie Faris
Mondovino – Jonathan Nossiter
O Segredo de Brokeback Mountain - Ang Lee
A Senhora da Água - M. Night Shyamalan
Boa Noite, e Boa Sorte - George Clooney
O Novo Mundo - Terence Mallick
Crash – Colisão

Um Bom Ano para todos!
 
Postado por Rui Goulart em 12/29/2006 |


9 Comments:


  • 29 dezembro, 2006 10:20, Blogger jocaferro

    Só conheço para aí uns 15%, contas arredondadas, destes títulos. Esses, os conhecidos, revelam-se uma excelente escolha.
    Bom Ano para ti.

     
  • 29 dezembro, 2006 13:43, Anonymous JAJ

    Nas músicas só acrescentava aí as Carvoeiras de Alferedo Homem...

    Bom ano para ti e família.

     
  • 30 dezembro, 2006 05:16, Blogger Rui Gamboa

    Excelentes escolhas musicais. Rather Ripped é dos melhores discos dos Youth, mesmo após a sua já longa carreira - 20 e muitos anos.

    Tom Waits, numa palavra: único.

     
  • 30 dezembro, 2006 22:16, Anonymous Anónimo

    Votos de Bom Natal e de Feliz Ano Novo


    Edgardo

     
  • 02 janeiro, 2007 10:30, Anonymous Anónimo

    Gostas-te do broke back moutain??
    Vou pensar 2 vezes antes de me meter numa lanca contigo

     
  • 02 janeiro, 2007 18:28, Blogger gmarinho

    http://programas.rtp.pt/EPG/radio/imagens/2313_rui_goulart.jpg

    E esta foto? eheheh

     
  • 02 janeiro, 2007 19:04, Blogger Rui Goulart

    Caro anónimo:
    Gostei do Filme, brokeback moutain, enquanto objecto artístico. Felizmente respeito as opções de cada em todas as matérias. Posso não concordar, mas respeito. A tolerância é uma coisa que me ensinaram desde de criança. Tal como desde de criança, percebi a minha identidade, logo não tenho dúvidas, nem medos, nem preconceitos.
    Então o que dizer dos críticos, do público etc. que gostaram do filme? :?

    Amigo Guilherme,

    Essa foto :) já fez correr muita tinta. Estava na brincadeira com a malta e disse que ia imitar o tipo da Pub da Martini (anos 90). Os colegas, para gozarem, resolveram colocar na net, em tom de brincadeira, claro. eheh!!!

    Abraço e bom ano!

     
  • 08 janeiro, 2007 16:08, Blogger João Nuno

    ...
    Caro Rui Goulart

    Na lista de livros de 2006 há dois que me decepcionaram : o de Rushdie e o de Donna Tart que arrumei este fim de semana ( nunca compreenderei como é que um livro tão mau chega a best seller ??? ). Quanto ao "Shalimar" de Rushdie julgo que está longe de outras pérolas do mesmo autor, como por exemplo, "O último suspiro do mouro" e "Fúria".
    ...
    Obra prima da literatura é esse grande livro de Philip Roth. "A Mancha Humana" é o melhor de Roth que já li e pessoalmente um dos melhores livros na minha "biblioteca". Se me permites atrevo-me a sugerir que, em aditamento a essa lista, incluas "A Possibilidade de um Ilha" do fabuloso Michel Houellebecq ( http://www.houellebecq.info/ ). Acaso não conheças o autor recomendo,com garantia de satisfação, além da citada obra, o poderoso e inesquecível livro "As Particulas Elementares" ( há um exemplar perdido na Bertrand ). A evitar : "A Plataforma".
    ...
    Quanto a fitas estou menos actualizado mas espanta-me que "Marie Antoinette" não figure no Top 10. Quanto ao melodrama dos Cowboys das Costas Quebradas é película que não me sinto sequer tentado a experimentar !
    ...
    Na secção Audio boas escolhas e sugestões a explorar.
    ...
    No início de 2008 veremos como será a listagem
    ...
    Atrevo-me ainda a elaborar igual carta para os melhores Vinhos do ano...de preferência Tintos.
    JNAS

     
  • 09 janeiro, 2007 13:03, Blogger Rui Goulart

    Caro JNAS

    Obrigado pela atenção e aos argumentos expostos sobre as escolhas.

    Sobre os livros, comprei, a semana passada, a “extensão do domínio da luta” do Michel Houellebecq, já leste? Ainda não estou a ler, vai ser o meu “primeiro contacto” com o autor. Todavia, já tive boas referencias.
    Sobre o Philip Roth e a "A Mancha Humana, concordo com os teus argumentos. É brutal! Tem algumas, só algumas, semelhanças com a “Desgraça” de Cohetzee, mas Roth leva muitos pontos de vantagem.

    Quanto ao cinema, não vi, ainda, "Marie Antoinette", não tive oportunidade.

    A terminar, acho uma boa ideia a lista de vinhos, ora aí está algo que também adoro “pesquisar” (beber entenda-se). Vamos a isso...

    Abraço